Vários Orgasmos Femininos

Orgasmos Femininos - Curso Online de Massagem Tantrica
Um orgasmo por dia, não sabe o bem que lhe fazia.
Mae West

Um orgasmo é a descarga súbita da tensão sexual acumulada, resultando em contrações musculares rítmicas na região pélvica. No entanto, é muito difícil definir o orgasmo porque não é apenas uma reação fisiológica, mas também psicológica, neurológica e energética.

Sabia que as mulheres podem ter vários tipos de orgasmos? Em primeiro lugar, existem duas grandes categorias de orgasmo: implosivo e explosivo.

Orgasmos Explosivos Dissipam energia. Eles são muito semelhantes ao clímax e à ejaculação masculina. Energia cresce, e quando o orgasmo vem, energia espalha-se por todo o corpo, como se uma explosão ocorresse. O lado negativo é que energia é dissipada ao invés de canalizada. Portanto, a mulher vive uma perda de energia e de desejo sexual.

Orgasmos Implosivos levam mais tempo para construir e expandem-se gradualmente. À medida que a energia é construída, esta pode ser canalizada de forma positiva, para os lugares onde é necessária, talvez para o chacra superior para atingir outro estado de consciência ou para áreas específicas. A energia não é dissipada e o desejo sexual não é perdido com este tipo de orgasmo. Além disso, se a energia for canalizada corretamente, a mulher vai viver um estado expandido de consciência. Isto é um orgasmo mais longo e mais forte que cria uma sensação de felicidade e paz.

Podemos distinguir diferentes tipos de orgasmos dependendo da zona erógena por onde foram acionados:

  • Clitóris
  • Mamilos
  • Entrada vaginal
  • Ponto-g
  • Cérvix
  • Ânus

Costuma-se dizer que mulheres são clitorianas ou vaginais, dependendo do tipo de orgasmos que têm. A maioria das mulheres consegue absolutamente todos os orgasmos acima, e a yoni massage é uma ferramenta maravilhosa para despertar o potencial orgástico de uma mulher.

Orgasmo Clitoriano

Esse clímax é caracterizado por contrações musculares rítmicas e involuntárias do Yoni e um aquecimento, sensação de formigamento que se expande pelo corpo inteiro, mas que dura apenas alguns poucos segundos. Depois deste tipo de orgasmo, o clitóris pode ficar muito sensível ao toque.

Os orgasmos clitorianos são normalmente explosivos. (Eles também podem ser implosivos, mas normalmente apenas mulheres avançadas em técnicas tântricas podem canalizar essa energia propriamente.)

Depois do orgasmo clitoriano, a mulher provavelmente não vai continuar sentindo a relação, e ela pode não ficar satisfeita em um nível profundo. O efeito colateral do orgasmo clitoriano é uma diminuição no interesse, desejo e conexão com o parceiro. Isso pode ser explicado devido a uma mudança no equilíbrio hormonal. É melhor evitar esse tipo de orgasmo no começo para possibilitar prazer para o parceiro na sua vida sexual a dois.

Mamilos

Os mamilos tendem a ser muito sensíveis e estão conectados com o clitóris e as genitálias, então ao estimulá-los irá causar uma resposta intensa no nível do yoni.

Estimular os mamilos é uma maneira perfeita de preliminares para o yoni. Isso pode contrair os músculos da pelve com uma sensação quente e prazerosa no nível do coração. Os orgasmos dos mamilos podem ser tanto explosivos com implosivos.

Entrada Vaginal

Este é o comummente conhecido orgasmo vaginal. É um orgasmo implosivo pela estimulação de primeiro terço menor da vagina.

Muitas mulheres acreditam que elas são “clitorianas” e que não conseguem ter orgasmos vaginais, normalmente porque o orgasmo vaginal requer uma estimulação longa, mais de 20 minutos, e as relações normalmente não duram o suficiente para atingir esse clímax.

O controle dos músculos vaginais desempenha uma parte primordial nesse tipo de orgasmo.

Orgasmo do Ponto G

O orgasmo do ponto G é na maioria das vezes um orgasmo implosivo. Leva um tempo para construir energia aqui – mais de 30 minutos de estimulação. Mas o tempo extra vale a pena. A estimulação do ponto G cria um prazer intenso que se expande através do corpo, levando a uma satisfação profunda e ao relaxamento. Cria contrações intensas em todo o piso pélvico e que também podem conduzir a uma ejaculação feminina, também conhecido como esguicho ou kalas no Tantra. Os orgasmos focados nessa área podem ser intensos e ás vezes levar a liberação emocional.

Orgasmo Cervical

Os orgasmos cervicais são implosivos. A energia é construída de forma lenta, até menos mais lenta do que do ponto G. Mas quando o orgasmo acontece, é canalizado diretamente para cima em uma série de longas vibrações, levando a um orgasmo profundo. Pode até mesmo ser uma experiência mística.

No nível físico, o cervix é a entrada do útero e está conectada com a essencia feminina. Na tradição Taoísta, a cervix está conectada com o coração, e estimulá-la pode causa e sensações profundas de amor e êxtase intenso. Esse tipo de orgasmo proporciona uma satisfação profunda no nível físico, emocional e espiritual.

Orgasmo Anal

O prazer anal vem da estimulação da parte de fora do ânus, que é uma área cheia de terminações nervosas e bastante erógena, mas também vem pela penetração.

O orgasmo anal requer muito relaxamento e confiança no começo. As energias liberadas pelo orgasmo anal são muito intensas, normalmente convulsivas e difíceis de controlar.